Em Análise: Pokémon Detetive Pikachu, em Steelbook 4K Ultra HD+Blu-ray

Pika Pika! Encontramos uma das melhores edições para todos os Pika fãs. Ou Pokémon fãs… após o contido lançamento nacional de Pokémon Detetive Pikachu, procuramos por algo melhor. Um mês depois encontramos e é essa edição que, agora, se segue.


Apresentação (4/5)

A edição Steelbook de Pokémon Detetive Pikachu não aposta nos acabamentos finais, mas acerta na arte selecionada. Destaca-se com um constante efeito de brilho aplicado à totalidade da edição, mas é a beleza das imagens escolhidas, que mais sobressai. O estilo visual noir do filme sempre foi um dos seus pontos mais fortes e isso reflete-se neste Steelbook. 

Quanto a conteúdo, como a edição selecionada recaiu sobre a versão britânica, recebemos um disco Blu-ray, acompanhado do 4K Ultra HD. Um Steelbook completo no seu conteúdo, que apenas peca, ligeiramente, pela ausência de opções em português no disco Blu-ray. As mesmas estão presentes apenas no 4K Ultra HD. No entanto, esta foi uma escolha consciente e, como tal, esse facto não altera em nada a nossa opinião sobre a forte apresentação da edição. 


Imagem (5/5)

Captado em película e sem recurso a câmaras digitais, Pokémon Detetive Pikachu surpreende, agora, nesta transferência Blu-ray. Uma escolha técnica, que potenciou a sua cinematografia de influência noir, permitindo que o Blu-ray reproduza o melhor. 

É num ambiente, maioritariamente, dominado por intensas sombras, com paisagens preenchidas por neblina e apenas interrompidas por pequenos apontamento de cor (potenciados por letreiros néon), que este universo se enquadra. Acima de tudo, Detetive Pikachu possui uma paleta de cores contida, com constante ruído visual. Este último, gerado pela gravação em película, ajuda à construção de um retrato fidedigno da dinâmica visual do “nosso” mundo real. 

Com isto, Pokémon Detetive Pikachu possui uma imagem “texturizada”, que se estende às criações digitais dos Pokémon. Isto faz com que os elementos CGI, se integrem neste universo real, de um modo orgânico. Sentimos que tudo o que aparece no ecrã é real. Esse será, talvez, um dos melhores elogios ao visual de Pokémon Detetive Pikachu. A capacidade de conseguir um balanço perfeito entre real e digital, criando, acima de tudo, um universo que poderia ser verdadeiro e que este disco Blu-ray reproduz com a melhor fidelidade possível. 


Som (4/5)

Ao contrário de outros estúdios (olá, Disney), que continuam a limitar a faixa Dolby Atmos aos seus lançamento em 4K Ultra HD, a Warner opta por igualar a escolha para todos os colecionadores. Assim, inclui, em todos os seus discos alta definição, a faixa Atmos. Uma opção que faz toda a diferença. 

Pokémon Detetive Pikachu não será, talvez, um dos títulos com a maior amplitude sonora. Apesar de possuir algumas cenas de ação nos seus momentos finais, a película é dominada, maioritariamente, por momentos de diálogo. Deste modo, torna-se natural que este surja sempre numa posição prioritária e sem qualquer ruído. 

Mas conhecendo esta limitação do filme, existiu a preocupação em preencher o espaço com outros elementos. Elementos nativos do ambiente com que as personagens interagem ou da banda sonora criada. Por exemplo, na primeira entrada em Ryme City, somos “bombardeados”, em todas as direções, pelos sons dos diversos Pokémon, que nos fazem sentir como se vivêssemos naquele mundo. Se um objeto, ou um ataque de um Pokémon, se move de um lado para o outro do ecrã, o som segue esse movimento. Pequenos “truques”, que poderão parecer insignificantes, mas que fazem toda a diferença na experiência sonora de Detetive Pikachu.

O som segue, deste modo, a tendência orgânica do visual do filme. Tal como acreditamos que o que vemos no ecrã é real, acreditamos também que o som é verdadeiro, pois este reage e navega pelo espaço do modo esperado. Tal como aconteceria na nossa realidade. 


Materiais de Bónus (2/5)

Infelizmente, sentimos uma pequena desilusão com estes extras. A Warner tem-se mostrado como um dos poucos estúdios, que ainda demostra alguma preocupação com aquilo que coloca nos seus discos. Contudo, vacilou com Pokémon Detetive Pikachu. Aquilo que entregou não é, necessariamente, mau, mas não existiu qualquer esforço em compilar algo mais para os fãs do filme. O mínimo aceitável foi aprovado e foi isso que recebemos neste disco Blu-ray. Quanto às legendas não valerá a pena mencionar, pois a regra da Warner mantém-se na não inclusão de opções em português, nos seus materiais de bónus.

– Detective Mode: um modo “detetive”, que é ativado durante o visionamento do filme onde, através de pequenos pop-ups, pequenas curiosidades são transmitidas. Quer seja sobre o filme ou mesmo sobre as características de cada Pokémon. 

– My Pokémon Adventure (02:13): um pequeno featurette, onde o ator Justice Smith fala sobre a sua paixão do universo Pokémon, desde a sua infância. 

– Creating The World Of Detective Pikachu (21:22): leem este título e pensam em making of, correto? E não estarão, totalmente, errados. Esta é a viagem aos bastidores do filme. Contudo, apenas uma parte muito limitada destas informações foi compilada. Com isto, o melhor elemento de todo este “documentário” serão as imagens das gravações que vão surgindo. Este segmento encontra-se dividido em cinco capítulos: 

      • Uncovering The Magic: o estilo noir do filme é um dos seus pontos mais marcantes e é essa opção de cinematografia o ponto central deste capítulo;
      • Colorful Characters: foco no trio principal (Justice Smith, Ryan Reynolds e Jathryn Newton) e das suas personagens neste universo. 
      • Bringing Pokémon to Life: se esperavam longos relatos da equipa que idealizou e deu vida e estas adoráveis criaturas, pensem outra vez. É tudo muito curto e nunca ultrapassa a ideia principal de que “a sua construção teve como base os desenhos reais, mas tendo sempre em mente que estes deveriam reflectir o mundo real onde habitam”.
      • Welcome to Ryme City: funciona quase como uma expansão do primeiro capítulo deste segmento. A única diferença é que o foco passa a ser, exclusivamente, a cidade e não todo o ambiente deste universo Pokémon.
      • Action!: a verdade é que existem poucos momentos de ação no filme mas, mesmo reduzidos, ainda existem. Contudo, apenas o momento na floresta de Torterra e a sua execução mereceram alguma atenção.

– Alternate Opening (01:41): um começo alternativo ao filme, no qual a personagem de Tim é introduzida no seu emprego (a seguradora). 

– Mr. Mime Audio Comentary (03:00): tentaram brincar com o facto de criar um comentário áudio, com alguém que não fala (Mr. Mime). Com isto, acabamos por ter a cena completa de Mr. Mime no filme, com pequenas animações desta personagem no início e no final e mais nada. Qual foi o objetivo disto? Também não conseguimos compreender. 

– Ryan Reynolds: Outside The Actors Studio (01:32): pequeno featurette, numa espécie de entrevista documental, mas sempre em tom de brincadeira, onde Reynolds mostra como se “perdeu” na personagem de Detetive Pikachu.. Existe até uma pequena aparição surpresa de Blake Lively. 

– Carry On Music Video By Rita Ora & Kigo (03:51)


Veredicto Final (4/5)

Se a falta de opções em português não é um fator crucial, então esta edição será uma das melhores compras para Pokémon Detetive Pikachu. Com um belíssimo Steelbook, acompanhado pelos discos 4K e Blu-ray, esta será uma das mais completas (e acessíveis) edições que encontrarão. Perde apenas algum “prestígio” com os extras existes, mas já aprendemos que, atualmente, nunca poderemos. contar com os melhores materiais de bastidores.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s